64% não comprarão presentes – Mais ricos têm mais intenção – 21% devem gastar até R$ 500
Movimento do comércio popular no mês do NatalRovena Rosa/Agência Brasil – 10.dez.2019
SABRINA FREIRE
14.dez.2020 (segunda-feira) – 19h20
Pesquisa PoderData mostra que só 25% dos brasileiros pretendem comprar presentes de Natal neste ano. Outros 64% afirmam que não irão gastar com as lembranças. Foram 11% os que não responderam ou disseram ainda não saber.

 

O levantamento mostra que, dos 25% que irão comprar presentes, 41% pretendem gastar até R$ 100. Outros 21% estimam gasto de R$ 100 a R$ 500 com as lembranças.
Há ainda os que devem gastar mais: 16% afirmam ter a intenção de comprar mais de R$ 500 em presentes. Outros 22% ainda não sabem.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.
Os dados foram coletados de 7 a 9 de dezembro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas, em 505 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.
Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.
Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Os que mais pretendem comprar presentes são:
• homens (32%);
• pessoas de 16 a 24 anos (29%);
• moradores do Norte (49%);
• os que têm ensino superior (38%);
• os que ganham mais de 10 salários mínimos (69%).
Os que afirmam que não devem gastar com as lembranças são:
• mulheres (73%);
• pessoas de 16 a 24 anos (66%);
• moradores do Sudeste (70%);
• os que têm só o ensino fundamental (75%);
• os sem renda fixa (73%);

INTENÇÃO DE COMPRA
O PoderData analisou o grupo dos que têm a intenção de comprar presentes de Natal, que soma 25% dos entrevistados, e verificou qual estimativa de gastos por sexo, idade, região, escolaridade e renda.
Os que mais afirmam que devem gastar até R$ 100 são:
• moradores das regiões Centro-Oeste (62%) e da região Nordeste (48%); pessoas de 45 a 59 anos e os que os que têm só ensino fundamental (47% em cada grupo);
• e os que recebem até 2 salários mínimos (46%).
Os que mais devem gastar de R$ 100 a R$ 500 são:
• moradores das regiões Sul (37%) e Sudeste (36%);
• pessoas de 16 a 24 anos (32%);
• os que recebem de 2 a 5 salários mínimos, de 5 a 10 salários mínimos, mais de 10 salários mínimos (33% em cada grupo);
• e os que têm ensino superior (26%).
Os que devem gastar mais com presentes, acima de R$ 500, são:
• os que recebem de 2 a 5 salários mínimos (46%);
• moradores do Nordeste (38%);
• pessoas de 60 anos ou mais (35%);
• os que têm só o ensino fundamental (20%).

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *