Fernando Modé será o novo CEO
REDAÇÃO Ver. Dig. Am,anha – 15/12/2020

“Deixarei o dia a dia da operação, em franco crescimento, e assumirei essa nova posição no conselho para ter mais qualidade de tempo para manter o olhar no futuro, não só dos negócios, mas do varejo brasileiro, e seguir defendendo os interesses do setor”, avalia Grynbaum
O Grupo Boticário adotará a partir de março de 2021 um novo modelo de gestão operacional. A nova estrutura terá mais integração entre as marcas e os diferentes canais de venda para manter o ritmo de crescimento e inovação que marcam a trajetória da companhia. Artur Grynbaum (foto), CEO desde 2008, assumirá como vice-presidente do Conselho Administrativo ao lado de Miguel Krigsner, atual presidente.
O redesenho do Grupo Boticário conta ainda com a ampliação de quatro para sete vice-presidências, dando protagonismo também para a área de tecnologia, marketing e experiência do consumidor e B2B. Com a mudança, Artur se dedicará de forma mais ampla a olhar o futuro do negócio, entendendo e se aprofundando nos caminhos e tendências do varejo, voltando a se aproximar de clientes e sendo uma voz ativa do setor.
Fernando Modé, vice-presidente corporativo desde 2015, assume como CEO para liderar essa nova fase, mantendo o propósito e os valores da companhia. Advogado de 52 anos, entrou no Grupo Boticário em 1999 para atuar na área jurídica. Em 2004 assumiu o cargo de CFO, na época ocupado por Grynbaum.
Desde a criação do Grupo Boticário, há 10 anos, essa é a segunda reestruturação da companhia. Em 2015, houve a integração das unidades de negócio e a centralização do comando das áreas corporativas, com o nascimento de quatro vice-presidências. O novo modelo de gestão é uma continuidade desse processo e se faz necessário frente aos desafios da próxima década.
“Quando assumi a presidência da marca O Boticário, em 2008, e depois do Grupo Boticário, em 2010, o desafio apresentado à época exigia um olhar para o futuro, visando a diversificação dos negócios. Deixamos de ser uma empresa mono para virar multimarcas, com multicanais, com sete unidades de negócios e mais de 4 mil pontos de venda em todo o País. Deixarei o dia a dia da operação, em franco crescimento, e assumirei essa nova posição no conselho para ter mais qualidade de tempo para manter o olhar no futuro, não só dos negócios, mas do varejo brasileiro, e seguir defendendo os interesses do setor”, avalia Grynbaum.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *