Investimentos poderão chegar a R$ 400 milhões neste ano. Grupo também analisa adquirir a Coty no Brasil, revela Grynbaum

O Grupo Boticário cresceu 9% em 2019, com receita líquida de R$ 14,9 bilhões. O resultado foi acima da média do mercado, que deve variar entre 5% e 7%, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), e superior ao crescimento do setor de varejo no ano, de 1,8%, segundo dados do IBGE.
Se forem considerados os resultados de Beleza na Web, plataforma digital de beleza que o Grupo adquiriu no ano passado, o crescimento foi de 11,7% e a receita passa para R$ 15,3 bilhões. A informação foi dada pelo CEO do Grupo, Artur Grynbaum (foto). Para 2020, a expectativa é manter o ritmo de crescimento no mesmo patamar. O Grupo Boticário prevê aumentar os investimentos, passando dos R$ 330 milhões investidos no ano passado para uma faixa que varia entre R$ 350 milhões e R$ 400 milhões até dezembro, com foco em aumento da capacidade de produção e capacidade logística.
O Boticário também analisa fazer uma oferta pela Coty no Brasil. “Elevar a participação na categoria de cuidados com os cabelos e colocar produtos nas prateleiras dos supermercados estão entre as ambições com a transação”, relatou Grynbaum ao Valor Econômico. A operação brasileira foi colocada à venda em outubro de 2019, como parte de uma reestruturação global da Coty.“Estamos analisando esta oportunidade, mas não significa que temos a obrigação de comprar”, afirmou o empresário ao jornal. As vendas ao consumidor da Coty no país somaram R$ 5,2 bilhões em 2018, segundo a Euromonitor International.
Balanço
Neste ano, em que o Grupo Boticário completa dez anos, Grynbaum aproveitou para fazer uma análise comparativa do período. A receita passou de R$ 4,5 bilhões para R$ 14,9 bilhões – excluindo Beleza na Web. Com forte investimento em Pesquisa e Desenvolvimento, o grupo lançou 1,7 mil produtos no ano passado, somando cerca de 30 projetos de pesquisa, entre eles, a fragrância Linda Felicidade, produzida a partir de técnicas de neurociência para ativar a sensação de felicidade, a primeira base do mercado com FPS 70 e ácido hialurônico e a nova linha de cabelos, Eume, que já está sendo distribuída pela Multi B em canais como farmácias, perfumarias e lojas multimarcas.
A companhia opera duas fábricas, uma em São José dos Pinhais, no Paraná, e outra em Camaçari, na Bahia, onde foram fabricados 435 milhões de produtos no ano passado, e seis centros de distribuição, por onde expediu cerca de 430 milhões de produtos, uma média de 35,7 milhões ao mês (mais de 1 milhão por dia).
Internacionalização
O grupo também reforçará sua estratégia de internacionalização, iniciada há 34 anos quando abriu o primeiro O Boticário em Portugal, país em que hoje soma 56 lojas do Boticário e quem disse, berenice?. As operações no exterior são próprias ou com parceiros estratégicos. O Grupo fortaleceu a presença na Colômbia, onde opera com dez lojas e no canal de venda direta.
No final do ano passado, inaugurou a segunda loja do Boticário no Paraguai. Nos Estados Unidos, atua por meio de e-commerce, em parceria com a Amazon e a Boots para ampliar a presença da marca Nativa SPA. A companhia está com três lojas em Dubai e estuda ampliar a presença nos Emirados Árabes. Ao todo, o grupo está presente em 15 países, além do Brasil.

fonte: redacao@amanha.com.br / 17.2.20

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *